segunda-feira, 29 de abril de 2013

Tudo sobre hamsters




Hamster ou Criceto é uma designação comum a diversos pequenos mamíferos roedores, da sub-família Cricetinae, encontrados na África e Ásia, dotados de grande bolsa facial e de cauda muito curta.
É também o nome vulgar de um roedor nativo da Síria (Mesocricetus auratus), encontrado no mundo todo como animal de estimação ou como cobaia.

Caracteristicas

Possui grandes dentes incisivos que estão em constante crescimento, necessitam estar sempre roendo para evitar que cresçam demais. O tempo de vida médio dos hamsters é de dois anos sem acasalamento, contudo alguns podem viver até três ou quatro anos, dependendo da espécie.
Existem diferentes espécies de hamsters espalhados por todo o mundo e muito deles habitam regiões semi-desertas onde vivem em tocas. Estas tocas são formadas por vários túneis e câmaras que são utilizadas para armazenar comida ou dormir. São animais noturnos, que dormem durante o dia quente e ficam acordados à noite quando está mais frio. Eles vêem muito mal , mas têm o olfato apurado e uma excelente audição.
Muitas espécies de hamsters têm as bochechas dilatáveis, isto é, bochechas que aumentam de tamanho, onde eles podem carregar comida e forragem para ser guardada em sua toca.
A palavra hamster tem sua origem na palavra alemã "hamstern" que significa "acumular" ou "armazenar", uma referência às suas bochechas.
Poucas espécies de hamster são criadas como animais de estimação, mas atualmente o hamster é um dos mais populares animais de estimação em diversos países por ser docil e carinhoso.
As principais espécies que são criadas como animais domésticos são o Anão Russo e o Sírio. A primeira espécie apresenta o corpo peludo que traz alergia, e a pelagem de listras pretas e brancas. O Sírio tem corpo alongado e a pelagem de cores variadas, branco, preto ou amarelo (marrom claro).
Uma característica muito interessante do hamster é o fato de eles morrerem de pernas para o ar ao contrario dos outros roedores, que morrem deitados. De acordo com as pesquisas cientificas, um hamster é capaz de imitar tudo o que vê até que seja na televisão, qualquer outro animal da sua espécie, tornando-se assim um animal muito inteligente.
Apesar de não manifestar afeto, e ser caracteristicamente de comportamento individualista mesmo com os da própria espécie, o hamster pode ser condicionado a aprender alguns truques, utilizando-se para isto da técnica de oferecer recompensas.
São animais independentes, pois não precisam de cuidados como banhos, nem vacinas (não transmitem doenças, desde que estejam em um ambiente sem doenças), e tendo uma gaiola confortável com comida de qualidade e água limpa viverá sem nenhum problema.

Especies

Pode-se dividir as espécies do Hamster em selvagens e domesticáveis, de acordo com a possibilidade ou não da criação em cativeiro. Segundo este critério, tem-se:
Selvagens
  • Cricetus cricetus - Hamster do Campo Europeu
  • Mesocricetus newtoni - Hamster Romeno
  • Mesocricetus brandti - Hamster Turco
  • Mesocricetus raddei - Hamster Ciscaucasiano
  • Cricetulus alticola - Hamster Ladak
  • Cricetulus barabensis - Hamster Listrado Chinês
  • Cricetulus curtatus - Hamster Mongol
  • Cricetulus eversmanni - Hamster de Eversmann
  • Cricetulus griseus - Hamster chinês
  • Cricetulus kamensis - Hamster Tibetano
  • Cricetulus longicaudatus - Hamster de Cauda Longa (menor)
  • Cricetulus migratorius - Hamster Armeno
    • Cricetulus tritonkeeypoiuytr
    • Cricetulus obscurus
    • Cricetulus pseudogriseus - Hamster de Cauda Longa (maior)
Domesticáveis
  • Mesocricetus auratus - Hamster Sírio (A espécie mais comum, em cativeiro)
  • Phodopus campbelli - Hamster Anão Russo Campbell
  • Phodopus sungorus - Hamster Anão Russo Winter-White - também chamado de Hamster Djungariano ou Siberiano (branco invernal).
  • Cricetulus griseus - Hamster Chinês
  • Phodopus roborovskii - Hamster Roborovski

Hamster-comumHamster-chinês
  
Hamster-sírioHamster Roborovski

Hamster-comum
hamster-comum (Cricetus cricetus), é originário do Norte e Leste da Europa e parte da Ásia. É um animal que se encontra em estado selvagem e ao mesmo tempo domesticado. O hamster-comum pode ser encontrado em estado domestico pelo mundo fora, mas o seu habitat natural como espécie nativa é nos seguintes paises:
  • Alemanha
  • Áustria
  • Bélgica
  • Bulgária
  • Cazaquistão
  • China
  • Eslováquia
  • Eslovênia
  • França
  • Geórgia
  • República Checa
  • Hungria
  • Países Baixos
  • Roménia
  • Rússia
  • Turquia
O hamster-comum foi extinto como espécie selvagem em Luxemburgo.

Hamster-chinês
Hamster chinês (nome científico Cricetulus griseus), originário dos desertos do nordeste da China e Mongólia. Estes animais chegam a medir de 7,5 a 9 cm de comprimento, e na fase adulta eles têm de 5 a 8 filhotes por semestre e pesam de 50-75 gramas. Vivem em média de dois a três anos. O hamster chinês geralmente é utilizado como animal de estimação ou como (no passado) cobaia.
A proporção do corpo do hamster chinês, comparada com a de outros hamsters, parece "longa e fina", e eles possuem uma cauda relativamente curta. O hamster chinês não está relacionado ao hamster anão. O termo "anão", empregado para hamsters, geralmente é utilizado para referir-se apenas aos animais do gênero Phodopus.
A coloração de seus pêlos, um marrom acinzentado sobre o corpo, coberta por uma listra preta nas costas, combinada com sua cauda mais alongada e o corpo de tamanho reduzido, fazem com que o hamster chinês tenha uma aparência que lembra vagamente um camundongo. Além da coloração acinzentada, uma variação bastante comum na coloração dos pêlos é o hamster chinês branco, geralmente com apenas uma listra preta nas costas.

Reprodução
A reprodução de hamsters Chinês é mais fácil, pelo fato de animais do mesmo sexo poderem viver juntos. Grupos com ambos os sexos irão quase sempre procriar. Os hamsters podem procriar já com 2 a 3 meses, e o período de gestação é de 18 a 21 dias. Os hamsters podem ter cerca de 2 ou 3 ninhadas sucessivamente,com até 6 filhotes. Antes do nascimento de cada filhote, ela contrairá seus músculos abdominais duas ou três vezes, sentará nas patas traseira e se curvará, enquanto dá à luz um único filhote de cada vez. Os filhotes nascerão em intervalos de mais ou menos de 10 minutos, e a mãe deverá permanecer ativa entre cada nascimento. Desta forma, os filhotes poderão nascer em lugares diferentes da gaiola, mas a mãe os recolherá e os levará para o ninho assim que terminar de dar à luz. Após o nascimento, não se deve mexer no ninho ou nos filhotes por duas semanas - sob risco da mãe rejeitar os filhotes.

Filhotes
Os filhotes nascem sem pêlos e cegos. Os pigmentos de suas peles e os pêlos começarão a aparecer por volta de 4 a 6 dias.Com cerca de 8 a 10 dias, os filhotes começarão a andar pela gaiola. Com 16 dias, os filhotes já estarão cobertos de pêlos e seus olhos já estarão abertos. Já será possível segurar os filhotes por curtos períodos, podendo-se então limpar a gaiola. Com 3 semanas, os filhotes já estarão desmamados, e deve-se então separá-los em duas gaiolas diferentes, por sexo. Após 3 semanas junto aos seus irmãos, cada filhote deverá ser colocado em uma gaiola separada. Com 6 semanas de vida, eles já poderão ser vendidos.

Alimentação
Assim como os humanos, o hamster também precisa de um alimentação balanceada. Existem no mercado formas de garantir uma nutrição completa. misturas próprias para hamster, importadas, que suprem as necessidades nutricionais de seu animal. Embora possam ser um pouco caras, são a forma mais segura de garantir uma nutrição completa. Mas você pode variar com um pouco de frutas e verduras como:
  • Frutas - maçã, uva, caqui, kiwi, banana, morango, pêra.
  • Vegetais - repolho, pepino, brócolis, espinafre, vagem, couve-flor, acelga, chicória, almeirão, couve, cenoura, abóbora, nabo, batata inglesa, batata doce.
  • Leguminosas e outros - semente de girassol, outros tipos de sementes como alpiste, nozes, milho, queijo, peixinho seco, ovo cozido ou mexido sem tempero, carne devidamente cozida, ervilha, semente de abóbora, rações (gatos, cachorros e pássaros), sorgo, passas.
OBS: As frutas e verduras acima, podem ser naturais, mas nas lojas de animais você encontra também elas sêcas. É muito recomendado quando o hamster estiver com diarréia.
Dê alface em pequena quantidade, porque pode dar diarréia e problema no fígado.
Não dê: Abacate, pêssego, ameixa, figo, cereja, chocolate e outros tipos de doces, aspargo, tomate, flores, carne crua, frutas cítricas (laranja, abacaxi, limão, acerola, etc), cebola, cebolinha, alho, linguiça e salsicha, semente de maçã, sorvete, almôndega, frituras.
Podem ser dados eventualmente, com moderação (lembre-se que alimentos suculentos em excesso podem causar diarréia):
  • Frutas frescas, como maçã, melão, laranja, banana, pêra, uvas. Apenas evite as frutas muito ácidas.
  • Vegetais crus, como couve, chicória, couve-flor, espinafre, acelga, brócolis, repolho, cenoura, pepino. Evite alface, que pode causar problemas de fígado.
  • Vegetais cozidos, como cenoura, chuchu, batata.
  • Biscoitos água e sal ou integrais. Evite biscoitos com corantes, com muito sal ou açúcar.
  • Iogurte, Galinha ou peixe cozido, Queijo, Biscoitos de cachorro, Ovos crus, mexidos ou cozidos ou Outros suplementos, próprios para hamsters.
  • - Bebidas É recomendável que dê somente água à seu Hamster, sem outros tipos de refrigerantes ou sucos, pois o corante pode atacar seu sistema digestivo.

Brinquedos
Brinquedos são necessários para distrair o hamster. Existem milhares de opções nas lojas, mas você também pode criar seus próprios brinquedos caseiros. Apenas tome cuidado para não usar peças pequenas, que possam ser engolidas pelo hamster, ou materiais como plástico e tecidos, que podem ser ingeridos e causar obstrução no sistema digestivo.Nunca dispense a rodinha, embora possa parecer um item supérfluo, a rodinha é essencial para a saúde de seu hamster. Em seu habitat natural, os hamsters costumam andar muitos quilômetros a procura de comida e a rodinha simula este exercício diário (Obs: Um Hamster pode chegar a correr por dia 8Km na rodinha) e sem ela seu hamster pode ficar com serias doenças como,obesidade entre outras doenças de coração.

 

Significados dos gestos
  • Andar rapidamente pelo lugar, mantendo o corpo sempre junto ao chão: Insegurança, lugar não familiar
  • Estufar as bochechas: Intimidação
  • Limpar-se meticulosamente: Sentido de conforto, de estar em paz
  • Bocejar: Contentamento, relaxamento
  • Levantar as duas patas dianteiras: Defesa de uma fêmea quando atacada por um macho
  • Saltar no ar: Bom humor, excitação
  • Sentar na parte posterior do corpo: Atenção ou agressão
  • Orelhas apontando para trás: Cansaço ou insegurança; medo, mau humor, agressividade, atenção
  • Deitar sob as costas imóvel: Postura de defesa; medo
  • Andar com a parte anterior do corpo abaixada e o rabo levantado: Medo, postura de inferioridade, na presença de outros hamsters mais fortes ou mais velhos
  • Coçar: Conforto, relaxamento
  • Limpar-se repentina e prolongadamente: Estado de alarme, susto
  • Orelhas dobradas: Atenção
  • Hesitar repentinamente: Estado de alarme ou medo.
  • Morder as orelhas: Agressão, Intimidação

 

Dicas
01: Se o seu animal estiver desesperado mordendo tudo o que vê pela frente, tem em qualquer tipo de pet shop um mordedor de borracha para ir acostumando os seus dentinhos. Pó branco pra banho não serve para hamsters, pode dar alergia, e sim para gerbil, que o habitat natural é terreno vulcânico e o pêlo é tão grosso que não há como ter pulgas. Nunca de banho com água em seu hamster, pois pode dar fungos, gripe ou pneumonia. Caso esteja com muito fedor, mesmo depois da casinha limpa, pode-se usar um pano úmido.
02: Se o animal é muito novo, talvez tenha dificuldade para dormir em local aberto, coloque um rolinho de papel higienico (sem o papel, somente o rolinho) para que ele possa se esconder.

Hamster-sírio
Hamster Sírio (Mesocricetus auratus) é um mamífero da ordem dos roedores, família Cricetinae (Hamster). É uma das espécies domesticáveis mais comuns. Pode-se distinguir um macho de uma fêmea olhando para a cauda, sendo o macho o distinguido por ter dois pontos de cor de rosa com cerca de 1 cm de distância.
Dificilmente quebram seus ossos talvez por terem seus ossos já que tem muita cartilagem, uma queda de 20 cm (equivalente a 8m para uma pessoa) não quebra nenhum osso, são resistentes a temperaturas altas e baixas, a pelagem do fenótipo dominante(cor areia escura) deveria ser usado naturalmente como camuflagem, já que o habitat natural e o deserto da síria, seu comprimento normal e de 15 cm. Estes animais podem viver em média de 2 a 2,5 anos.
O hamster Sírio pertence ao gênero mesocricetos, as outras especies desse gênero são:
  • mesocricetus newtoni, hamster romeno.
  • mesocricetus raddei, hamster ciscausiano.

 

Reprodução
O tempo de gestação é por volta de 2 semanas uns 15 dias, a cada ninhada, podem nascer entre quatro a dez filhotes. Ao nascimento dos filhotes, as fêmeas comem a placenta. Os machos podem engravidar entre seis e sete fêmeas por dia. As fêmeas podem comer os filhotes que nascerem defeituosos, mantendo assim a saúde e maior possibilidade de sobrevivência do resto da ninhada. A partir dos 5 meses de idade, os hamsters sírios já estão aptos a reproduzir. As fêmeas normalmente são maiores de que os machos e um pouco mais violentas.

Comportamento
Os hamsters sírios são solitarios. Não podem ser mantidos juntos numa mesma gaiola porque brigam e, na natureza, só se encontram pacificamente para a reprodução. Não pode ser colocado fêmea com fêmea nem macho com macho. Suas atividades começam normalmente à noite, permanecendo até o início da manhã.
Eles normalmente não enxergam bem, independente do horário, identificando os alimentos e objetos normalmente pelo cheiro(se as mãos do dono estiverem com cheiro de comida, o hamster morderá sem hesitar).

Banho
Os hamsters não necessitam de banhos, podem ficar resfriados de entrarem em contato com a água. Também não podem tomar banhos com o pó de banho, porque pode ficar um pouco desse pó em seu pelo, e na hora em que forem se lamber, pode levar à morte. Os hamsters tomam banhos sozinhos lambendo o próprio pêlo.

Alimentação

Os hamsters podem comer basicamente tudo, é aí que mora o perigo. Atenção, alista de coisa permitidas e não permitidas:
  • Podem comer - Maçã, morango, pêra, uva, caqui, banana, caju, pêssego, frutas secas não-cítricas,repolho, couve, couve-flor, brócolos, pepino, espinafre, vagem, acelga, chicória, cenoura, nabo, abóbora, pepino, semente de girassol, alpiste, farelo de aveia, ovo cozido (há controvérsias sobre o uso de ovo, por conter hormônios), ervilha, milho cozido, flocos de milho sem açúcar, pipoca sem sal, noz, amendoim, castanhas e passas.
  • Não podem comer - Alface, frutas cítricas (laranja, abacaxi, limão, acerola, etc), tomate, carne crua, abacate, figo, ameixa, flores, cebola, cebolinha, alho, ração de coelho (contém hormônios), salgados e fritos em geral.

Gaiola e equipamentos
As gaiolas mais baratas podem custar R$ 50,00 e as mais caras e luxuosas custam mais de R$ 400,00. Dependendo do modelo da gaiola, os terrários de vidro e caixas de plástico também são uma boa opção, mas há quem diga que este tipo de instalação favorece o surgimento de fungos. Bem como dos acessórios aplicados . Atualmente está disponível no mercado, tubos coloridos para que os hamsters possam se divertir e exercitar, o que encareçe bastante o investimento .
bebedouro é um dos equipamentos necessários. Bebedouros para hamsters devem ser do tipo mamadeira pois hamsters não devem ter contato com água. A melhor opção são os bebedouros com bico de alumínio.
comedouro é basicamente um pequeno pote para colocar a ração do hamster.
A rodinha é uma roda onde o hamster corre para se exercitar. Este equipamento é necessário em todas as gaiolas, pois no seu habitat natural os hamster costumavam correr muitos quilômetros por dia e esta serve para substituir em parte este hábito.
Quando adultos, a roda deve de ter entre 18 a 20 cm, pois rodinhas demasiado pequenas podem causar problemas de coluna aos hamsters.
túnel é um equipamento desnecessário. É basicamente um tubo de plástico, ou outros materiais como acrílico. Ele como já dito é um pouco desnecessário, mas os túneis acrescentam muito na diversão do hamster em sua gaiola.
globo é uma esfera de acrílico que têm vários furos para respiração. Ele é um equipamento que nem todos os hamsters gostam: Alguns adoram, outros apenas desprezam. É um o acessório caro, mas previne que os hamsters entrem em buracos e coma sujeiras do chão, enquanto soltos.

Doenças
Os hamsters, assim como nós, podem contrair algumas doenças. Muitas deles são ocasionadas por erros na alimentação e falta de cuidados do dono, mas em muitos casos o criador não tem culpa. Porém, antes de dar qualquer remédio ou diagnóstico ao hamster procure um veterinário.
Diarréia - Ela é causada principalmente quando o hamster recebe para comer muitos legumes, frutas acidas e comida úmida. Se ele estiver sofrendo diarréia, não dê mais esse tipo de alimento até que ele se cure. Procure imediatamente o veterinário, a diarréia mata em pouco tempo.
Resfriado - É necessário identificar o resfriado, pois hamsters muitas vezes têm esses sintomas por alergia. Mantenha seu hamster longe de elementos alérgicos (cheiro forte, serragem com ervas, etc.) e mantenha-o sempre morno, não quentes. Procure um veterinário.
Hibernação - Hamsters sírios, quando em ambiente que muda de temperatura muito rapidamente, podem hibernar. Ele pode parecer morto: duro, frio e com pequena evidência de respiração, porém seus bigodes continuam se mexendo. Hamsters não fazem planos para hibernar, ao contrário de ursos por exemplo.
Sarna (perda de pêlo) - Ele normalmente ocorre em hamsters velhos perto da barriga e do quadril. A perda de pêlo em hamsters novos normalmente é associada com irritação de pele. No caso, procure um veterinário.
Crescimento excessivo dos dentes - Isso pode ser gerado pela má alimentação (sem alimentos duros) ou algum problema na mastigação. Quando chega num estágio onde o hamster mal consegue comer, é necessário levar no veterinário para que ele corte o dente e evite que perfure o céu da boca.
Obesidade - A obesidade pode ser gerada por dois fatores: alimentação inadequada e falta de exercício físico. Antes de chegar a um ponto no qual a volta ao peso é difícil, ofereça apenas alimentos saudáveis e deixe disponível uma rodinha de tamanho grande, no qual o hamster não curve suas costas para andar. A obesidade pode tanto ser percebida rapidamente (muita gordura) quanto em seus estágios, que vai diminuindo a locomoção do hamster. Hamsters são rápidos, e se o seu está lento, verifique a alimentação, a rodinha ou possíveis fraturas. Em todo caso, um veterinário é indispensável.
Desnutrição - Não há grandes segredos quando o assunto é alimentar os hamsters. Há no mercado misturas específicas que garantem todas as vitaminas e nutrientes necessários para a manutenção da saúde do hamster. 
Contudo, algumas misturas feitas em casa (sem seguir as medidas precisas) ou misturas próprias de outros animais podem trazer problemas. 
Os sintomas de desnutrição mais comuns são perda de pêlo, diarréia e letargia. Caso você desconfie de desnutrição no seu hamster, mude a dieta dele para um ração mais implementada e adicione gotas de vitamina na água do animal. 
Se o hamster não melhorar ou mesmo piorar dentro de uma ou duas semanas, procure um veterinário.

Hamster Roborovski
hamster Roborovski (Phodopus roborovskii) é uma espécie de roedor. É o menor e mais veloz de todos os hamsters e é geralmente mantido como animal de estimação.

 

Características
As características que distinguem os Roborovskis são a parte branca que eles têm no lugar onde seriam as sobrancelhas e a falta de listras no dorso que geralmente se vê nos hamsters anões. Eles vivem em média até três anos e meio de idade – é o máximo que um hamster doméstico vive.

Comportamento
Eles são muito curiosos, entretanto facilmente se assustam e se intimidam. São sociáveis e quando socializados desde pequenos dormem juntos em um só lugar. Sua velocidade os tornam um animal inadequado para crianças, que geralmente gostam de tê-los na mão e afagá-los. Eles são muito apegados ao dono quando são introduzidos desde filhotes. Eles têm um bom temperamento e raramente mordem. Na medida em que crescem até atingirem aproximadamente o tamanho do polegar de um adulto, eles podem facilmente se espremerem entre as as barras da gaiola de um hamster de tamanho comum, logo, necessitam de cuidados especiais no que tange a sua moradia. Sempre pergunte aos vendedores de lojas de animais ou criadores qual a gaiola ideal para mantê-los. Por causa do seu tamanho e de sua velocidade, Roborovskis são melhores para pessoas que preferem olhar a brincar com eles.
Por causa do seu tamanho e características, eles são cômicos quando os observamos em grupos sociais. Se mantidos juntos em pares sexuais ou grupos, os Hamsters Roborovski normalmente começam a dar cria na primavera seguinte ao ano em que a fêmea nasceu. As fêmeas em geral ficam estéreis em torno de 24 meses de idade, mas os machos normalmente são férteis a maior parte de suas vidas.Eles quando fogem são complicados de encontrar e de apanhar devido á sua velocidade , tamanho e cor e por isso , não o soltem.

Ciclo de vida
A gestação dos Roborovski é de aproximadamente de 23-30 dias. Quando nascem mais se assemelham a feijões rosas. Em torno de 5-6 dias a pele começa a pigmentar-se e de 6-8 dias os pelos começam a nascer . Em torno de 10-12 dias os filhotes são totalmente cobertos de um curto pêlo e suas pestanas começam o enrijecimento. Neste momento os filhotes já começam a passear pela gaiola, mas ainda são cegos. As fêmeas os recolhem de volta ao ninho, isto fará com que os filhotes emitam um chiado agudo, mas nada preocupante. Aos 14-16 dias de idade os olhos se abrem e seus corpos estão completamente cobertos de pêlo. Os filhotes são desmamados e podem ser apartados de suas mães com 4 semanas de idade.Se os pais se sentirem ameaçados ou se as crias tiverem um cheiro desconhecido eles têm tendência a comê-los.Por isso nao mexa nos bebês nem mexa na gaiola ou espreite pelo menos durante 10-15 dias.

Meu hamster come coco!
Se você torce o nariz e faz cara feia ao ver seu hamster pegar fezes e colocá-las na boca, é melhor ler o artigo e aprender mais sobre o hábito
O fato dos hamsters ingerirem o que chamamos de fezes é absolutamente normal e fisiologicamente necessário. A isso chamam de cecotrofia ou coprofagia - ingestão de fezes (que você entenderá adiante porque não usar essa expressão). Os cecotrofos (fezes noturnas) são mais ricos em aminoácidos, vitaminas, cálcio, fósforo e microminerais que a própria ração que oferece a seu pequenino. À medida que a dieta de seu hamster se torna mais fibrosa, diminui o seu valor nutricional e há necessidade de produção de cecotrofos para suprir a necessidade nutricional dele.
Para que entenda melhor, veja esse pequeno quadro comparativo entre as fezes comuns e os cecotrofos e assim você compreender que são bastante diferenciados. Veja:
Percebeu como os cecotrofos são importantes na vida de nossos hamsters?
É através deles que os hamsters tornam a alimentação ainda mais nutritiva. Não adianta formular dietas muito bem balanceadas, nem procurar a melhor ração do mercado. Isso é fisiológico e inerente a eles.
Há estudos, inclusive, feitos com coelhos, onde eram impedidos de fazer cecotrofia e constataram um grande estresse neles, chegando alguns até a óbito.
Existem 2 teorias a respeito dos cecotrofos, continua a graduanda em Zootecnia:
1ª » existem mecanorreceptores no ânus do animal que fazem com que ele receba estímulo para ingerir os cecotrofos nesta parte do corpo;
2ª » o animal vai buscar o cecotrofo no ânus devido ao seu cheiro característico.
Não fiquem com nojo quando o hamster estiver fazendo cecotrofia, ele só está se alimentando adequadamente.

Gaiola e acessórios
A gaiola é o item mais caro a ser comprado para os hamsters. Existem muitas variedades diferentes de gaiolas à venda, de diferentes preços, e muitos outros acessórios úteis e interessante para o hamster se divertir e se exercitar. Embora não haja segredos na preparação da morada do animal, é bom seguir algumas dicas para tornar o seu lar mais agradável e lúdico.
Em primeiro lugar, a gaiola deverá ser mantida em local fresco, longe de exposição direta ao sol, de correntes de ar e de fontes de calor.
Gaiola de arame
são gaiolas simples, comuns e as mais baratas. Muitas têm mais de um andar, com escadas, escorregador, pontes etc. Todas apresentam também uma rodinha de exercício, indispensável para o hamster. Algumas contêm uma bacia de plástico, presa à gaiola por grampos, e que fica a alguns centímetros acima da base da gaiola de arame. Esse é um item interessante, porque evita que a serragem da gaiola caia no chão e suje o chão. É também recomendável, caso você não queira perder o hamster logo, que as portas e todas as aberturas sejam amarradas (com arame, por exemplo; fios rapidamente desaparecerão), já que os hamster são exímios abridores de portinhas.
Aquário
É uma opção interessante, porque é possível apreciar os hamsters e suas peripécias melhor através deste tipo de habitação. Os aquários de vidro podem ser um pouco difíceis de limpar em razão de seu peso. Já os de plástico podem, misteriosamente, aparecer roídos ao longo do tempo. É a opção ideal para hamsters gestantes, lactantes e filhotes. A garrafinha de água poderá ser fixada com fita adesiva. Em todo o caso, é melhor pôr uma proteção (uma rede de arames é legal) para evitar que os hamsters escapem por cima. Não é recomendável colocar como proteção materiais sólidos (tampas, por exemplo), mesmo que tenham buracos de ventilação.
Gaiola de plástico com tubos
É a opção mais cara e não indicada para hamsters sírios que, em virtude do seu tamanho maior, podem ficar presos nos tubos. Para hamster anão ou chinês, é uma escolha interessante, embora seja mais difícil de limpar por conter muitos repartimentos. É necessário haver um compartimento maior, em que haja espaço para o hamster correr mais à vontade.
Gaiola feita em casa
Pode-se construir uma "casa de férias" para o hamster, usando materiais baratos como caixas de papelão, copos de plástico (para fazer túneis), caixas de sapato (para compartimentos) e muitos, muitos outros materiais podem ser aproveitados usando a imaginação. Por causa daqueles dentes bem afiados, os hamsters rapidamente poderão roer o papelão e fugir. Portanto, não deve nunca ser usada como morada permanente do hamster, mas apenas um lugar para ele se divertir e sair da rotina de vez em quando.

Acessórios
As petshops têm à venda uma grande variedade de acessórios lúdicos para o hamster: túneis, casinhas, rodinhas, carrinhos etc. etc. Os preços variam muito; os itens mais incrementados, sofisticados e divertidos podem custas valores na casa dos três dígitos. Mas a imaginação pode ajudar a economizar - pode-se criar muitas opções de diversão para o hamster usando materiais simples e baratos.
A limpeza da gaiola é muito importante. A freqüência varia conforme o número de hamster e o tamanho da gaiola. Em média, uma vez a cada 5 dias é o bastante. NÃO use nenhum tipo de produto químico para limpeza. Para os recipientes de comida e água use só uma esponja limpa e água corrente. Na gaiola, rodinhas e demais acessórios, pode-se usar sabão neutro, mas enxágüe bastante. Os hamster se irritam facilmente com os produtos de limpeza. Para o hamster fazer o ninho pode-se dar papel higiênico inodoro.

Perguntas e respostas
Posso escovar ou pentear o pêlo do meu hamster?
Pode utilizar uma pequena escova mas tenha em atenção a delicadeza com que deve tratá-lo porque a sua pele é muito sensível e frágil.
Devo cortar as unhas ao meu hamster?
Só é necessário cortar-lhe as unha se estas apresentarem sinais de crescimento irregular ou a encaracolar.
Qual é a melhor forma de administrar medicamentos aos hamsters?
É muito importante que todo o medicamento seja administrado. Tenha o cuidado de lho dar juntamente com um doce ou guloseima que possam ser dados à mão ou se for um comprimido dissolva-o num pouco de água.
O meu hamster pode apanhar pulgas?
Qualquer animal de pêlo pode apanhar pulgas, pelo devem ser tomados alguns cuidados. Contudo, se encontrar pulgas, deve pulverizá-lo com um spray contra as pulgas, próprio para hamsters.
Posso treinar o meu hamster?
Os hamsters não são animais de fácil treino, contudo, e se despender bastante tempo, poderá ser possível.
Como localizar um hamster que tenha escapado da gaiola?
Os hamsters são animais muito inteligentes e muito pequeninos pelo que encontrá-los dentro de uma casa é uma tarefa bastante complicada. Contudo, existem alguns truques a utilizar em caso de SOS: pode colocar um pouco de comida num cantinho recatado da sua casa e vai ver como mais tarde ou mais cedo ele vai aparecer por lá. Além disso deve colocar a gaiola no chão com a porta aberta. Preste atenção ao “rasto fisiológico” que ele deixa.
Os meus hamsters roem as barras da gaiola? Será que isto pode ser prejudicial para o crescimento e alinhamento dos seus dentes?
Os hamsters têm um desejo natural por roer uma vez que os seus dentes nunca param de crescer – à semelhança do que acontece com as unhas. Não é doloroso para eles mas provavelmente significa que não lhes estão a dar brinquedos suficientes onde possam roer à vontade. Experimente dar-lhe diferentes tipos de blocos de madeira próprios para pequenos animais. Também lhes pode dar rolos de papel vazios e tente aplicar algo amargo mas não tóxico nas barras.
Acho que a minha hamster está grávida mas não tenho a certeza. Como é que me posso certificar?
Se ela engordar muito rapidamente, se as tetas começarem a ficar vermelhas, se andar mais activa que o normal e se andar igualmente mais agressiva.
Existe alguma vacina que o meu hamster deve tomar?
Não.

Um comentário:

Você também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...